Otoscópio: Guia de Compras

Diferente de um estetoscópio ou de um medidor de pressão, que tem utilidade para monitoramento caseiro, o otoscópio é bastante específico e necessita de acompanhamento médico. Então se você acredita que alguem da sua familia necessita de uma análise. Leve-o ao médico.

Realizar análises constantes é bastante importante para detectar inícios de infecção. Para aqueles que tem tendência a este tipo de problema no ouvido, o equipamento pode ser uma boa solução.

Por onde Começar?

O primeiro passo para comprar qualquer tipo de ferramenta é entender melhor suas necessidades. No caso de um otoscópio, você precisa se fazer as seguintes perguntas:

  • Quem ira usar a ferramenta? – Com isso você consegue determinar se serão necessários vários tamanhos de cone ou apenas um.
  • Qual é o seu orçamento? – 
  • Qual será a periodicidade de uso? Você usará em diversos pacientes todos os dias, uma vez por semana, ou apenas quando seu familiar estiver doente? Isso determina bastante qual deve ser a durabilidade do equipamento.

Pontos a serem considerados

1. Tamanho do Cone de Plástico

cones otoscopioNa ponta do otoscópio existem cones de plásticos maleáveis e removíveis que ajudam à ter uma analisa bastante acurada do canal do ouvido. Eles podem ser descartáveis – para usuários que necessitam utilizá-los em vários pacientes – ou não – bom para aqueles que tem apenas um paciente.

Existem 3 tamanhos padrão:

  • 2,5 milímetros – usado para crianças até 3 anos de idade
  • 3,0 milímetros – para crianças de 3 até cerca de 12 anos de idade.
  • 4,0 milímetros – tamanho usado para as crianças mais de 12 anos e adultos.

Existem também cones de 5,0 milímetros, mas eles só funcionam bem para pessoas que tem o canal bem largo.

Quando você compra um otoscópio, esteja ciente de que geralmente ele vem com apenas um tipo de cone, que é geralmente o de 4mm.  Alguns modelos também incluem um pequeno cone de 2,5 milímetros espéculos, especialmente se eles são comercializados para os pais. A boa notícia é que normalmente é muito fácil de encontrar espéculos no tamanho que você quiser, e encomendá-los separadamente.

otoscopio2. Qualidade e Preço. 

Um otoscópio caseiro nunca será tão bom quanto o usado pelo seu oftalmologista. E nem precisa! Equipamentos de alta qualidade podem custar mais de R$2.000 e possuem funcionalidades desnecessárias para você, que deseja apenas fazer um controle caseiro de infecções ou doenças no canal auditivo.  Se mesmo assim você está disposto a comprar um equipamento com qualidade, tente este otoscópio da Welch Allyn ou este, da marca Heine.

3. Luz

Em primeiro lugar, fique longe de modelos que são “estudante” ou “modelos veterinários”. Qualquer otoscópio que custe menos de 100 reais é bastante suspeito e provavelmente possuirá pouca luz, o que dificultará muito a visualização do tímpano. O que você quer é uma ferramenta que é capaz de dar uma boa luz focada no tímpano, então vai acabar gastando dinheiro se ele não te ajudar com isso.

Cada otoscópio terá um tipo de luz um pouco diferente, e é aí que as opiniões são úteis. Alguns usam lâmpadas regulares que precisam ser substituídas, Outros usam fibra ótica e lampadas halogenas. Estes tipos são um pouco mais caro, mas são menos propensos a experimentar uma falha de luz, bem como uma luz mais potente. Todos exigem baterias, embora alguns modelos venham com uma base recarregável.

4. Garantia

Sempre compre equipamentos que possuem uma boa garantia. Você não quer que ele quebre, até porque é muito chato ter de ficar se comunicando com a empresa e pedindo para realizar uma troca, mas períodos longos de garantia confirmam que a empresa tem confiança na qualidade de seu produto.

You may also like...